23 julho 2013

Respaldo e rescaldo

Em algumas aprazível manhã, pra não ficar jogado äs mosca no consultório, nosso exosmótico doutor volta pra casa, faz um iogurte batido, deita no sofá de cueca e fica zoando canais na tevê.

Sesdia, tropeçou num canal religioso e ficou ali desabilitando sinapses. O cérebro plausível tem um FRAS ( failsafe restore actuator system) q dispara qdo alguma sinapse rebenta à menos de quarenta bilhões de neurônios da hipófise. A sinapse é reconectada imediatamente e todas conexão são reabilitada, geralmente acionando uma gargalhada.

Então. Os crente no programa tavam falando sobre a sagrada instituição do casamento (antes, qdo havia proporcionalmente mais católicos, era “a sagrada instituição do matrimônio”). Um deles, contou q uns problema de relacionamento com sua digníssima o haviam levado à pensar em divórcio. Na dúvida, consultou o I Ching, digo, a Bíblia, e sua conclusão foi q “na Bíblia, não encontrei respaldo pra me separar” e então decidiu continuar casado.

O FRAS disparou e lá veio a gargalhada.

HAHAHAHAHAHA

Tava em dúvida si comprava um laptop ou um boi. Na Bíblia, não encontrou “respaldo” pra comprar um laptop; então comprou um boi.

HAHAHAHAHAHAHAHAHA

Burlesco, né, q tanta gente confunda com ‘respaldo’ o rescaldo daqueles deserto. Tsc.

2 comentários:

Anônimo disse...

Tava em dúvida se dava uma bronca na filha que engravidou aos quinze. Na Bíblia, não encontrou “respaldo” pra dar uma bronca; então apedrejou. Afinal de contas, é contra o aborto.

Permafrost disse...

Tava em dúvida si fazia exame de próstata. Na Bíblia, não encontrou “respaldo” pra deixar o médico enfiar-lhe o dedo no cu… mas mesmo assim, deixou.

Postar um comentário

consulte o doutor