15 junho 2003

A hipoplausibilose e a morte

O Dr Plausível atende filmes, notícias, seriados, escritos, propagandas, idéias, &c q demonstrem claros sintomas de hipoplausibilose. Friso no entanto q ele atende mas não cura. Assim como por mais q vc consulte um médico pra cuidar de pequenos problemas (tipo seborréia, câncer, aids, lumbago), jamais se livrará da morte, assim tb o Dr Plausível jamais será capaz de resolver sozinho as endemias, surtos, epidemias e chiliques de hipoplausibilose q assolam a civilização há anos – digamos há 5 mil anos.

Vários estudiosos do assunto teseiam q o ser humano é assim mesmo: q a falta de plausibilidade em relatos humanos equivale à falta de pelos em ostras ou à ausência de pérolas no baço das ratazanas. Mas nosso eminente humanista discorda, quiçá implausivelmente. Pra ele, a hipoplausibilose equivale à lordose: tem causas, sintomas e histórico individual, mas só pode ser totalmente avaliada por quem dela não sofre. Há quem questione a capacidade do Dr Plausível ao arrogar-se diagnosticador da plausibilidade alheia. Essa crítica é facilmente descartada, bastando lembrar q nosso emérito estudioso não diagnostica: apenas atende.

Talvez chegue o dia em q os hipoplausibiléticos venham a ignorar as ações humanitárias desse grande homem, qdo já não se ouçam seus engulhos e revertérios ao expor-se às acochambraduras alheias. Mas cada pessoa q ouvir sua mensagem clara e inconfundível há de pelo menos pensar uma vez antes de falar besteira.

Um comentário:

Belly disse...

Je suis enchanté. Bravo! Bravo!

Postar um comentário

consulte o doutor