21 novembro 2015

As lição da apologética cristã

Interpretação bíblica dos relato de hoje:

Daqui à 2 mil anos, após a 3ª guerra mundial, a destruição de quase toda a cultura da humanidade, a lenta reconstrução da civilização &c, alguém vai descobrir nalguma ruína algum livro ou jornal de 2015 afirmando q “a vaca leiteira foi pro brejo depois q um eminente pau-mandado virou leão-de-chácara em Brasília.”

Vão interpretar q os antigo (ou seja, nós) tinham o costume de erguer um enorme tronco numa chácara da mais importante metrópole da antigüidade, e à ele pediam favores. Tanto pediram q o tronco irritou-se e transformou-se num leão, e este levou a vaca produtora de todo alimento da humanidade ä lama da ignomínia. E é por isso q, no ano 4.000, ainda há tanta desgraça e tanta injustiça e tanta indecência e tanta maldade.

HAHAHAHAHAHAHAHAHA

7 comentários:

¿Oncotô? disse...

E todo o ano (re)descobrem a arca de Noé, lá nos vales desérticos...

Então tá: o criador de bilhões de galáxias, cada uma com bilhões de estrelas, inspira um livro ambíguo o suficiente pra um bando de macacos semi-evoluídos interpretarem cada um a seu bel prazer. Sertu!

Estes seres catacumbescos condenam homossexualidade e logo arrotam camarão (irônico, não?)

É. Tô ficando cansado da humanidade, seu dotô: logo que conheço uma pessoa aparentemente interessante (Western, Educated, Industrialized, Rich and Democratic), descubro nela alguma crença, hã, bizarra. Astrologia, poder da mente, homeopatia, hipóteses conspiratórias & caralhada. Teísta ou não.

Óia, tá difícil achar alguém são (ou suficientemente louco como eu) por estas bandas.

Pracimademoá disse...

O que estraga é a última letra: Democratic. Se povo fosse bom, não seria povo.

Monge disse...

As religiões podem ser criticáveis;Deus não.

Permafrost disse...

Monge,
Note como até mesmo essa tua curta frase denuncia um raciocínio tosco. Dela se depreende q vc acha isto:

“Deus não pode ser criticável.”

Agora pensa um pouco sobre o significado específico dessa frase.

Anônimo disse...

Permafrost, pense você no que Monge quis dizer. Ajudar-te-ei: religiões são formas de ligação entre o ser humano e Deus. Ora, o Deus único existe independentemente das deificações das suas criações. As formas que o ser humano criou para cultua-lo são indiferentes, não têm inportância alguma! Todas são busca do ser superior. Ele está em todas as religiões sinceras. Deus não é criticável porque Ele existe.

Anônimo disse...

Perma, se te ajudar e achares melhor assim: "As religiões são criticáveis;Deus não." Se te apegaste ao verbo "poder" , ele ainda faz sentido. As críticas não o afetam, não causam nenhum dano ou variação de humor nele. Ele conhece a Sua Criação. Portanto, "Deus não pode ser criticável". E tanto faz. Nada muda, tudo é o que é.

Permafrost disse...

Monge,
Si faz sentido pra vc, ótimo.

Mas note q teu assunto nada tem à ver com o q tá em pauta.

Postar um comentário

consulte o doutor