22 setembro 2011

O mito da intenção

Alguns sintoma da hipoplausibilose são äs vez difícil de detectar, e muitos hipoplausibilético caminham entre nós com a aparência toda de seres normal e socialmente aceitável. Nosso esmerando doutor tem q usar de tato e até de alguns estratagema pra conseguir levá-los älguma de suas clínica espalhada pelo Cafundó. Um dos sintoma difícil é a intencionalite –uma inflamação mórbida no sulco temporal superior posterior (pSTS), q é o interpretador de intenções alheia.

Não sei si vcs sabem, mas no momento o doutor tá passando uns tempo indo e voltando entre a odiosa SP e a aprazível SJC, ajudando à resolver uns trique-trique funesto entre umas ribomboca e umas parafuseta. O centro de SJC fica atìpicamente num planalto ao longo de duas aresta duma planície pantanosa chamada 'Banhado' –uma Área de Proteção Ambiental q, òbviamente, gente rica e burra com cifrões nos olho vem querendo destruir há décadas planejando avenidas, especulação imobiliária &c. Na época de menos chuva, o mato ao longo das encosta sofre incêndios freqüente. Sesdia, o doutor passava por ali qdo viu um fogaréu branco chegando pertíssimo dum edifício onde funciona o Departamento de Investigações Geral da polícia. Era um domingo, e o DIG tava fechado; nenhuma viv'alma ä vista. O doutor já foi no orelhão chamar os bombeiro, né? Aí, ói só: atrás do DIG é o lugar onde a polícia de SJC armazena carros roubado, autuado, guinchado &c ä espera do proprietário vir resgatar. O fogo foi chegando perto desses carro, e os bombeiro nada; a vizinhança dali veio ver e já foi tbm chamando os bombeiro, e eles nada; o fogo foi queimando os carro, a fumaça começou à ficar preta e certas coisa nos carro começaram à explodir, e os bombeiro nada; foi só qdo o fogo chegou aos muro do DIG q um caminhão de bombeiros apareceu (sem sirene), e dois deles com duas mangueira foram apagando o fogo nos carro, e no q restou de mato verde por ali.

O resultado foi isto (visto de cima):



(e visto de baixo).



Uma coisa engraçadíssima sobre SJC é q pràticamente a população toda sofre de intencionalite. Si vc pergunta à qqr habitante sobre a causa dos freqüente incêndio no mato, a resposta quase invariável é "Algum vagabundo q não tem o q fazê é q põe fogo aí."

HAHAHAHAHAHAHAHA

Ninguém explica como é q o vagabundo faz pra äs vez começar um incêndio numa encosta do Banhado e alguns minuto depois começar outro noutra encosta à 2km do primeiro; ou por quê ele nunca começa incêndios ä noite; ou por quê ele tem uma estranha preferência por dias de sol quente, qdo seu crime seria mais visível; ou por quê tem uma preferência mórbida por incendiar as encosta do Banhado e jamais ao centro dele, ou outras área da cidade.

Qdo chegaram os bombeiro, grande parte do estrago já tava feita. Nosso esfumeado humanista então passeou pelo mato já queimado, olhando aqui e ali e achou isto:



q tava assim:



perto disto:



Ele pegou o caco e mostrou ao chefe dos bombeiro q tava ali coordenando os outro dois.
«¿Não é isto o tipo de coisa q causa os incêndio no banhado?»
«Ah não, isso não dá ignição.»
«Então, ¿quê o Sr acha q causa os incêndio?»
«Ah, é algum vagabundo q não tem o q fazê q põe fogo aí.»

HAHAHAHAHAHAHAHAHA

Ô preguiça. Admitir q os milhar de vidro jogado pela orla do Banhado possam causar incêndios resultaria no inevitável trabalho de limpar aquilo tudo –ou o de pelo menos à cada fogo vasculhar o chão em busca da causa.

A intecionalite é a forma hipoplausibilética de lidar com o desconhecido. Há toda uma hierarquia de causadores intencional pra explicar todo evento, desde a "criação" do Universo até um tropeção caseiro. Sempre um "¿quê causou?" vira um "¿QUEM causou?"

Foi Deus … quem criou o Universo.
Foi Satanás … quem criou o Mal.
Foi um anjo … quem salvou minha vida.
Foi o espírito da vovó … quem me iluminou.
Foi o Saci Pererê … quem me fez derrubar a cuia.
Foram os gay querendo casar … quem aumentaram o número de terremotos e tsunamis.
São os corrupto … quem causam o atraso brasileiro.
Foi algum vagabundo q não tem o q fazê … quem pôs fogo no mato.

HAHAHAHAHAHAHAHAHA

Olha, não há profissional q nosso doutor respeite acima de bombeiro. Não há. Podem falar de professores, médicos, cientistas, astronautas, pescadores, lixeiros, policiais, &c &c &c. Esses tudo tão vários grau abaixo dos bombeiro, na estima do doutor. Si for bombeiro resgatista, então, o doutor é capaz de pagar um imposto só pra aumentar o salário da categoria.

Mas peraí. É preciso muito hipoplausivírus rondando o cérebro pra não enxergar a única causa plausível pros quase diário incêndio no entorno duma área verde rotineiramente usada como lixeira de bebum e entulheira de babaca. E, dada a demora no atendimento aos incêndio no Banhado e a falta de investigação pra prevenir futuros incêndio, o "vagabundo q não tem o q fazê" é a explicação oficial do Corpo de Bombeiros de SJC. ¿Não tou dizendo q o hipoplausivírus ataca até mesmo as pessoa mais respeitável?

9 comentários:

Carol disse...

Vidro causa incêndio como? Concentrando o calor do sol e tal?

Permafrost disse...

Carol,
Cacos de vidro curvo –em particular vidro como esse das bolinhas– podem funcionar como lentes de aumento. Até mesmo um caco de garrafa escura pode, se o sol bater diretamente sobre ele e o mato atrás estiver bem seco.

Neanderthal disse...

Isso me lembrou da história contada pelo Sidão, o tecladista de um grupo com quem toquei, mais ou menos assim: um cara percebe que um ladrão pulou o seu muro e está tentando entrar na sua casa. Liga para a polícia e explica o que está acontecendo. passam-se uns 15 minutos e a polícia não aparece. Ele liga de novo e diz que não precisa mais vir porque já matou o ladrão. Em menos de 1 minuto aparecem 3 viaturas lotadas de policiais.

arbo disse...

hauhauhauha sensacional

Arthur Golgo Lucas disse...

Plausível, eu descobri que não sou deste planeta, que não consigo compreender o funcionamento mental da espécie dominante e que ninguém anotou a placa da desgraçada da nave espacial que me deixou aqui. Mas de um jeito ou de outro (mais provável que de outro) a gente tem que ir se virando...

Como fazes para esconder os tentáculos excedentes na tua fantasia de Homo sapiens? Eu os enrolei sobre a região que os terráqueos chamam de abdômen e finjo que sou gordo... :-P

Permafrost disse...

Golgo,
HAHAHAHAHA

É, meu. É difícer memo.

Isso me lembrou de duas piada.

Dois amigo se encontram na rua por acaso:
-Puxa, ¡qto tempo!
–É, uns trinta ano… ¿Como vc tá?
–Ah, vou vivendo… Uma mão na frente e a outra atrás. A da frente é pra segurar a barriga e a de trás é pra segurar as cagada.

E esta é mais à propósito:

O cara foi morar na cidade grande. Alguns anos depois, qdo em visita à sua cidadezinha, alguém lhe pergunta se tá progredindo:
–Olha, cheguei lá com uma mão na frente e a outra atrás, viu. A de trás eu já tirei.

Rafs disse...

Poucos dias depois de ler esse post ouvi alguém falando sobre um incêndio na minha região e dizendo que só pode ter sido intencional. (Moro em Minas)

Fazer o quê, né?! Faz parte.

Rafs disse...

De vez em quando tenho inveja desse povo. A vida deve ser bem mais simples de ser vivida se você já tem todas as respostas. Sabe, não se interessar em realmente pensar e só repetir o que os outros dizem.

Arthur Golgo Lucas disse...

Cruéis as piadinhas...

Postar um comentário

consulte o doutor