19 novembro 2010

Cerealismo

Carlos P. Motta, o mentor intelectual deste blogue, resolveu viajar pelo mundo sob os auspícios da Lei de Incentivo à Mentores Intelectuais, e tá passando uns tempos nos Euá. De vez em qdo ainda envia à nosso eurisófico doutor umas pérolas da hipoplausibilose guturoborbulhante generalizada neste mundo subnutrido. A mais recente foi este texto no verso da embalagem dum cereal euaense, marca Post:



HAHAHAHAHAHA

¿Como catsos pode algo chamado "honey nut shredded wheat" ser descomplicado? E se for simples mesmo (o q é mais provável) ¿por que dar-lhe um nome tão forçação de barra, meu santo? E ¿que jerdas tem à ver a vida ser complicada com o cereal matinal q um engenheiro de alimentos inventou? E o pior de tudo, se os caras querem dizer q o cereal não precisa ser complicado, ¿por que cargas d'água disseram "shouldn't have to be" = "não deveria ter q ser"?

HAHAHAHAHAHAHA

Aliás, complicado é escolher um cereal matinal nos Euá com a esbugalhante quantidade de cereais matinais vendidos lá.

A vida é complicada; mas a simplicidade não deveria ter q precisar poder ser.

aiaiaiai

9 comentários:

MI disse...

O que eu realmente TENHO QUE ACHAR é um cereal complicado. Tipo, sei lá, que tenha que apertar um botão no floco de milho a, para que se forme um floquinho de aveia que, por sua vez, se devidamente hidratado, dará vida a um pedacinho de amêndoas caramelizadas, formadoras estas de um delicioso magotinho de frutas.
Abre a caixa, despeja, põe leite e come. Desde o longínquo Corn Flakes (tudo bem, este aceita um cadinho de açúcar e, pasmem, é o mais complicado de todos) é assim, porra!
Esse povo é o treco mais irritante que já vi. Não se salva um, e estou dizendo com conhecimento de causa, infelizmente.
Valeu, doutor, e obrigado pela canja.

Raf disse...

"¿por que dar-lhe um nome tão forçação de barra, meu santo?"

Não sei quase nada sobre teorias de marketing, mas deve ter tudo isso lá.

Acho que a estratégia é jogar o máximo de coisas na cabeça do consumidor pra fazer ele acreditar que vale a pena comprar o que for, mesmo que vc não queira aquilo.

George Carlin mostra isso bem nesse vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=AtK_YsVInw8

Aos (1:33 minutos): a classic, delux, costume designer, luxury, prestige, high quality, premium (...) pocket flash light.

Eles dão um nome complicado pra impressionar, e pra não assustar dizem que não é complicado.

Permafrost disse...

MI,
Vc pegou a coisa por um ângulo bem mais legal. Resumo: de qqer ângulo, é um cu. Aliás, ¿que tipo de cu é um cu olhado de qqer ângulo?

Raf,
Bem lembrado. Cara, se eu tivesse metade da eloqüência do GCarlin, eu já tava contente.

(A propósito, as palavras q faltam são select gourmet.)

MI disse...

Ô, não tem aquela crase antes de "Mentores Intelectuais". Só para os gringos não terem desculpa para ir à (agora sim) forra. Porém, quiquitem, né? Nenhum deles vai passar por aqui, mesmo.

Permafrost disse...

MI,
Ah, é q vc não leu sobre a novidade ortográfica plausível:

http://drplausivel.blogspot.com/2010/06/senta-q-la-vem-historia.html

The Gritty Poet disse...

Passado de Dilma finalmente revelado. Impeachment no horizonte

http://grittypoet.blogspot.com/2010/11/brazilian-president-elects-hidden-past.html

The Gritty Poet disse...

Perma,
Se não fosse posterior diria que o seu post inspirou a seguinte reportagem.

http://www.npr.org/templates/story/story.php?storyId=101334645

E aposto que você demora uma hora para escolher seu cereal.

Permafrost disse...

Gritty,
Muito legal, esse linque da entrevista. O lance da dopamina ser boa pra dar prazer ao reconhecer padrões, mas ser péssima pra interpretar dados aleatórios explica uma boa parte do prazer q as pessoas têm na crença em religiões.

Sobre decidir o q comer, ¿quer saber duma coisa? Não sou chegado em ler cardápio; então uso a cabeça: (1) não conheço nenhum dos pratos, (2) a probabilidade de eu gostar é ou não gostar é 50/50; (3) a probabilidade de o chef acertar ou errar a mão é 50/50; portanto, tanto faz o q eu escolher: então peço o primeiro q me aparece na frente por um preço razoável; raras vezes me arrependo. No cereal, é a mesma coisa; basta não ser açucarado q compro q tiver na prateleira.

Neanderthal disse...

Me lembrou do nome do chocolate do filme "A Fantástica Fabrica de Chocolates" que era algo como "Whipple-Scrumptious Marshmalow Delight".

Postar um comentário

consulte o doutor