27 fevereiro 2010

A média e a mídia

Pô, sesdias, ao falar da onda de calor, incontados jornalistas incluíram a informação gravíssima de q a temperatura tava "acima da média" e até "muito acima da média". A frase surge no noticiário, e milhões de leitores, ouvintes e espectadores passam o dia comentando:

"¿Vc viu o q deu no jornal?
"¡O calor tá acima da média!"
"¡Nossa virgem santa...!"
"Eu já tava desconfiando. O calor não tá normal."
"É pq ele tá MUITO acima da média."
"¿Qdo é q isso vai acabar, meu Deus?"

(Ãã... ¿no outono?)

A arte de falar muito sem dizer nada era a especialidade do saudoso Cantinflas:



No volume 37 de sua chatíssima obra A inumerência e a hipoplausibilose: estatísticas, crenças e acasos, nosso esmiuçante doutor demonstra q a origem de todas as superstições, religiões, crendices, mitos, pseudociências e outras confusões reside no espanto hipoplausibilético com a informação de q algo tá "acima (ou abaixo) da média".

Ô, coração, 50% de TODOS os fenômenos tão acima da média, e os outros 50% tão abaixo. 25% tão MUITO acima da média, e 25% tão MUITO abaixo. É isso q quer dizer 'média'. E ¿é notícia q se preze dizer q algo tá "acima da média" e assustar o coitado do povo desse jeito?

Notícia é algo do tipo:

Média de temperaturas tem subido (verdade)
Preço da média caiu 50% em metade das padarias (mentira)
Temperatura da média subiu 30% nos últimos 20 anos (verdade)

5 comentários:

Adam disse...

Doutor, não é verdade de que 50% de todos os fenômenos estegam acima da média. Por exemplo, se em uma semana a temperatura máxima em cinco dias é de 25 °C e nos outros dois é de 30 °C, apenas 28% dos eventos estão acima da média. Além disso, a questão de estar "muito acima" da média é bem subjetiva, depende e.g. do desvio-padrão e do que se está medindo. Que diz?

De resto, o texto é bem preciso.

Até!

Somali disse...

Bom texto, menino! Tua praia é essa. Pura lógica e raciocínio. Acho que o Dr é assim. Deixa o resto para os menos lógicos e mais intuitivos.
Renovados abraços dum super drogado.

Permafrost disse...

Adam,
É q sobre uma amostragem pequena, as porcentagens não parecem funcionar. A temperatura máxima média de q o noticiário fala é presumivelmente a média de todos os dias de todos os verões já registrados. Com 90 dias de verão e, digamos, uns 10 anos computados, temos já 900 dados.

A questão central no texto é q não importa se a temperatura tá acima da média: a expressão "temperatura média" tá justamente dizendo q a temperatura certamente vai acabar descendo abaixo dela, passado um tempo. E depois vai subir acima, e depois abaixo &c, q nem uma gangorra. Na essência, o sobe e desce é profundamente monótono.

Permafrost disse...

Somali,
Obrigado! Mas a lógica é um tipo de intuição, não acha?

pedro disse...

carai, brodi, vc é bom, heim.... tasca aí q eu to rindo aqui..... ducarai seu blogui......

Postar um comentário

consulte o doutor