08 março 2008

Aversão oficial

"Este é um país consentido."
do nobre colega Dr W Sesana

Nosso eqüipendente Dr Plausível diz a verdade, doa a quem doer, mesmo q o dolente seja ele mesmo. Sesdias, me confessou algo q me deixou estupefacto — ainda mais porque era visível e comovente seu sofrimento ao manter-se inabalavelmente fiel a sua dedicação à verdade.

Disse q estava almoçando num restaurante qdo sentaram-se à mesa ao lado um deputado paulista e outro sujeito. Via de regra, qdo acontece algo do gênero, vira matéria pra gargalhadas já q político em restaurante fala alto e nosso efetuoso humanista, por princípio, não acredita N-U-M-A P-A-L-A-V-R-A dita ou escrita por ou de outro modo saída de qqer político por qqer partido em qqer ocasião sobre qqer assunto.

Mas dessa vez, algo fenomenal aconteceu q levou o Dr Plausível a rever seus princípios e admitir q, às vezes, em circunstâncias muito especiais, dentro de situações controladas e verificáveis, um ou outro político é capaz de dizer algo remotamente crível.

O incidente foi qdo o deputado, após se sentar e aspergir algumas inverdades, de repente se distraiu e disse, "Peraí q eu vou ao toalete.", se levantou e saiu em direção ao dito cujo.

Nosso doutor não viu se ele entrou no toalete ou não. E foi aí q a pontada de crença penetrou seu coração. O doutor acreditou q o deputado realmente foi ao toalete. Por alguns minutos, sua intensa dor de acreditar na declaração dum político só foi levemente mitigada por um cagagésimo de esperança na raça humana.

O sistema imunológico enfraquecido deve ser a velhice chegando.

4 comentários:

Herpes da Fonseta disse...

Fala sério, vai. Você criou o título e depois inventou uma estória que encaixasse. Quando é que o doutor ia ter dinheiro para almoçar no mesmo restaurante que um deputado paulista?

Motta disse...

Fraco o post.
Escuta, confirmei com o menino. Ele chega dia 18. Vamos ter, infelizmente para mim, que ensaiar uns dois dias. Façamo-lo antes que o céu caia sobre nossas cabeças. Passei lá no Soul Live, mas não consegui marcar com o André Carlini, que é o dono e "meu amigo"(que piada), pois o dito cujo não se encontrava. Tentarei por esses dias. Abraços na Sino em Inglês sem o "l" final. FLW!!!

Motta disse...

A frase do topo é do teu colega, pois não? Sabe que a única coisa que ainda me põe de pé e me faz bem é ser brasileiro e morar no Brasil, não sabe? Não sei se já te disse isso, mas se não, fique sabendo agora. Quando o brasileiro parar de evidenciar as coisas ruíns do seu país e atentar para as boas, que são em número infinitamente superior, vai se dar conta que aqui é o lugar!
Claro está que digo isso aos brasileiros, o que exclui os erradicados, mas inclui o Dr!!!
Ensaiemos na semana que vem.
Tiros de AK-47. FLW!!!

Neanderthal disse...

apaga o post.

Postar um comentário

consulte o doutor