27 julho 2006

hoi polloi

A obviedade do comercialismo é sempre boçal, não é? Tipo vendedor ambulante de biblioteca pedindo copo d'água pra tentar te entuchar uma barsa. Ontem, nosso emoldurado doutor espargiu as tripas de rir ao ver um programa semi-boçal chamado Oi Mundo Afora, em q uma atriz suavezinha e um script leitoso passeiam por algum lugar turístico onde, entre uma parada e outra, ela usa um celular Oi pra receber uma ligação pastel ou trocar sandices de mentira com alguma "amiga" no Brasil. Até aí, tudo bem: casca grossa serve pra sentir cócegas ao ser bombardeado pelo cinismo dessas coisas. O programa de ontem foi numa ilha do Caribe pra turistas de grana; e em dado momento, falando sobre um hotel dez estrelas, o script me sai com algo assim:

"Aqui se hospeda gente famosa como blablabla e Morgan Freeman. A família Versace veio passar férias aqui depois q o estilista Gianni Versace foi assassinado."

?!?!?

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Parece essas novelas da Globo em q uma socialaite kitchique se lambisgüela numa espreguiçadeira com uma bebida azul de canudinho e diz a uma outra igualmente lambisgüelada:

"Puxa, q mau, teu marido ser assassinado pela amante..."
"É. Tem sido difícil suportar essa dor. Mas a privações da vida sempre nos ensinam alguma coisa, né?"
"É verdade. Mas deixa disso, menina. Vc precisa relaxar. Vai passar uns dias lá em Veneza..."

Ói Cida, ói Véus...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

consulte o doutor