01 agosto 2005

Realismo político

Já disse aqui q "em política, o Dr Plausível discorda e duvida de tudo, e portanto sempre tá com a razão". Às vezes, até chega a parecer aquele meteorologista q respondia toda indagação sobre o clima dizendo "vai chover" e, logicamente, sempre previa certo. Pouco depois da posse de Lula, nosso essencial doutor previu q ia chover; e choveu mesmo, só q muito antes do q achava. Leia aqui. Mas ¡longe de tomar partido! O doutor acha engraçadíssimo q política gere tanta controvérsia e sectarismo, mas mesmo assim eu não acredito q a cúpula petista sempre coniviu com a corrupção.

O PT conseguiu chegar à presidência depois q sua cúpula caiu na real e aceitou q as barafundas da política brasileira tão longe de ser um terreno favorável onde se possa plantar, cultivar e fazer frutificar ideais. A cúpula quis fazer uso dum recém-descoberto 'realismo político' e aí se ferrou de verde e amarelo. Pois nesse campo, os petistas ainda jogam com bola-de-meia. Acharam q tinham q fazer o jogo dos veteranos e agora engolem um gol atrás do outro.

São calouros e receberam o tratamento q todo calouro recebe: o trote.

Tão engraçado quanto o PT, é o povario q idealiza e apóia a oposição ao PT, insistindo q a governança deveria ser entregue a gente "experiente". Se não fossem tão ingênuos qto os peteiros, veriam q seu idealismo, qdo aplicado à política brasileira, tem conotações ocultas. Essas conotações, se expressas abertamente, seriam mais ou menos assim: "O principal é não desestabilizar o mercado. Portanto, o bom corrupto é o corrupto oculto. Pra se ocultar com eficiência, o corrupto tem q ser politicamente realista. Ora, realismo político não é coisa pra novato. O cara tem q ter crescido com isso, desde o berço vendo seu avô e seu pai corrompendo, subornando e lucrando ao ignorar a justiça e a decência. Realismo político se aprende com a experiência; não se pega duma hora prà outra."

Às vezes, ser simplesmente plausível não é suficiente.

6 comentários:

Neanderthal disse...

Eu diria outra coisa.

O PT vem há muito tempo ludibriando a população, que no Brasil é especialmente acritica, com um discurso que pega fácil. Quem poderia ser contra a elevação da qualidade de vida da classe operária. Há vantagens também para os patrões. Trabalhador que ganha mais consome mais, movimenta a economia, é mais produtivo etc... Entretanto, isso não pode ser realizado por decreto. A economia precisa crescer, absorver novos entrantes no mercado de trabalho e dar ao trabalhador mais poder de barganha.

Está claro que o problema é que o PT vem utilizando um discurso hipócrita, contra as "elites" a "burguesia" apenas para se eleger, alcançar o poder e satisfazer os seus próprios interesses, como roubar milhões. Alguns petistas pagaram com a própria vida ao se oporem a isso, como o Celso Daniel.

Durante o mandato de FHC, a despesa média do palácio do planalto era de R$ 160 a R$ 180 mil/mês. Em 2004, com o Lula, foi de R$ 8 Milhões no ano. Isso demonstra um pouco do seu caráter. Peão tem que ralar uma ova.

Não posso dizer que acredito, mas existe uma teoria de que a campanha do desarmamento faz parte do plano petista de auto-perpetuação no poder. A população desarmada não poderia reagir.

As palavras de um interrogador da CPI ao Marcos Valério resumem as minhas palavras: "Alguns companheiros me acham um pouco duro, mas a questão de queima de arquivo só acontece enquanto você fôr arquivo vivo, ou seja, antes das informações virem a tona. Depois que tudo se torna público, não há mais o que queimar. Portanto, lhe aconselharia a dizer tudo que sabe logo e isso irá reduzir o seu risco."

Resumindo: o PT é uma máfia, o Lula é o Al Capone e quem ainda acreditar nele é uma besta. Essa é a maior quadrilha que já existiu nesse país e se o povo brasileiro tivesse algum senso, para parafrasear o Pracimademoá, sairíamos com taco de beisebol para descer porrada nessa cúpula do PT.

bel disse...

"A maior quadrilha que já existiu nesse país"? Não sei, mas me parece que essa visão tem um tanto de wishful thinking. Quer dizer o quê? Que os antecessores foram menos organizados? Que roubaram menos? Foram menos fingidos? E isso faz diferença? Torna o delito deles menos grave?

A maior? Não. O problema verdadeiro e trágico do Brasil é que esta quadrilha é só mais uma. Não foi a maior, não foi a melhor, não foi a primeira, não será a última.

bel disse...

Hum, melhor substituir 'os antecessores foram' simplesmente por 'os outros são' - passado, presente e futuro.

Pracimademoá disse...

Bater no PT com taco de beisebol? Eu disse isso??? Onde? Quando? Vossa Excelência tem provas disso?

Eu não sou petista, mas me incomoda um pouco ver que o povo brasileiro sempre foi tão bunda mole em tantos casos flagrantes de corrupção do passado, sempre agüentou tudo com mistura de indignação e resignação, mas de repente virou valente e bate sem dó no PT. É uma super saraivada ininterrupta e diversificada de críticas que nem Collor, Maluf e ACM juntos sequer imaginaram.

Minha teoria é a de que o PT é o partido mais odiado do país. Não por ser corrupto, pois o ódio já era notório quando ainda se achava que o PT era honesto. Me parece mais uma espécie de "nojo de gentalha". Tipo, quem essa ralé pensa que é para chegar ao poder? Vá lá, não tiro a razão das queixas, mas é impossível não ver que os críticos mais ácidos quase sempre são pessoas que ODEIAM o Lula e ainda têm sua eleição atravessada na garganta.

Mas, tudo bem. Se for para transformar em hábito e doravante bater com tacos de beisebol em TODOS os corruptos do futuro, de todo e qualquer partido, eu apóio a idéia.

Mas tem que ser rápido. Antes que proíbam os tacos de beisebol.

Permafrost disse...

O Demoá se adiantou a um texto q eu pretendia publicar dizendo q o maior crime do Lula foi o de ter subido além daquilo q os ingleses chamavam de his station in life. O Lula não está se deparando contra obstáculos legais ou econômicos, mas contra obstáculos psicológicos: ele é percebido como um usurpador - e pior, um usurpador de métodos, tanto dos macro-econômicos qto (agora se vê) dos eleitorais.

Neanderthal disse...

Pracimademoá:

A sua afirmação, numa edição anterior desse blog, foi que, em breve o "Marketing irá nos bater com tacos de beisebol". Na verdade estou afirmando exatamente o oposto disso. Nós devemos bater com tacos de beisebol no PT - que é puro marketing!

Com relação ao Lula ser o mais odiado político, eu "dis-concordo". Nunca vi um politico ser tratado com tanta complacência. O Collor foi combatido por movimentos sociais e sofreu o impeachment por muito menos. A única coisa que ficou comprovada contra ele foi ter aceitado um Fiat Uno vermelho.

Mas acho que aqueles que odeiam o Lula são os que tem as melhores razões para isso. O principal discurso do PT sempre foi o combate à corrupção....

Seria como se o Maluf assumisse a prefeitura e depois não construísse nenhum viaduto, ou o Tuma não contratasse policiais, ou a Erundina não investisse na educação.

Bel

O que já apareceu sobre essa quadrilha é a ponta do iceberg. Quantos Celsos Daniéis eles já não mataram sem que fossem descobertos? Quantos milhões não foram roubados de outros modos ainda ocultos? Quantas cuecas passaram desapercebidas pelas portas dos aeroportos? Ou será que a única cueca cheia de milhões era justamente aquela?

Não ficaria surpreso se o PT estivesse profundamente envolvido com o tráfico internacional de armas e drogas.....

A nova música do Brasil

Postar um comentário

consulte o doutor