10 novembro 2004

O doutor tira o enfezado da reta

Pra evitar q nosso eclético doutor seja injustamente acusado de ter comparado islâmicos a baratas, é preciso esclarecer umas coisas. O Dr Plausível só disse q o fundamentalismo islâmico é a barata das religiões apenas no aspecto q tanto o islamismo qto as baratas compartilham: a extraordinária capacidade de sobreviver em condições inóspitas. E se o leitor acha q expressar essa opinião é ofensivo, é porque ainda não ouviu a opinião de nosso empático terapeuta sobre as outras religiões originadas naquela terra infértil.

Só pra manter a discussão num apropriado nível entomológico, considere isto:

O cristianismo é o gafanhoto das religiões: de tempos em tempos, sem motivo aparente, o gafanhoto cristão vira uma praga q invade aos milhões uma região qqer do planeta, dizima sua cultura, devora suas riquezas e ainda fica fazendo aquele barulhinho irritante. Daqui a um século, os iraquianos poderão fazer coro com os africanos: "Antes tínhamos a terra e os cristãos tinham as bíblias. Agora temos as bíblias e eles têm a terra."

O judaísmo é a aranha das religiões: estende uma rede invisível em lugares estratégicos, e qqer inseto q entre em seu território tá ferrado. E ai de quem pisar num de seus oito calos.

Mais do q esclarecer esses pontos, é preciso deixar claro algo fundamental: o Dr Plausível, em seu entusiasmado ecumenismo, nunca poderá ser acusado de preconceito, uma vez q sempre insistiu q qqer vítima, absolutamente qqer vítima, da hipoplausibilose merece todo respeito, consideração e tratamento. Como sempre diz, "o bom de ser agnóstico são as gargalhadas". Mas essas gargalhadas são dirigidas ao vasto edifício erigido pela imbecilidade humana pra justificar algumas metáforas sobre o mundo natural, e não às humildes e ignorantes vítimas dessas religiões, q são convencidas a crer, matar e morrer em prol de tantas idéias implausíveis. A essas vítimas, o Dr Plausível só dirige seu mais compassivo sorriso Walter Brennan.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

consulte o doutor