16 março 2004

Super desinteressante

¡Êta mormaço cerebral! Tem umas revistas por aí ¡q vou te contar! Uma q só tratamento de choque pode começar a consertar é a Super Interessante. Aposto q quem bolou esse nome quis dar uma de perverso. Só conseguiu ser involuntariamente irônico, pois a revista é pouco mais q uma coletânea de informações em terceira mão.

A capa do número agora nas bancas traz estampada pra todo mundo rir a manchete:

"Michael Jackson acabou. Entender a trajetória dessa queda espetacular é fundamental para compreender o mundo em que vivemos"

BRUHAHAHAHAHAHA ¡Imprêssionante, não é mesmo? ¿Em q mundo vivemos, meu Santo Excrúnfio? ¿Quer dizer q agora só vou compreender de verdade o mundo se eu "entender" a vida de um dançarino egonecrófilo? HAHAHAHA ¡Cada idéia...!

O título é de uma hipoplausibilose q roça, esse sim, o perverso. O Dr Plausível riu às bandeiras despregadas, mas não quis ler o artigo. Testar a tese da capa sobrou pra mim, q após várias páginas com a tal da trajetória do rapaz, ainda não 'entendi' como sem conhecê-la eu não conseguiria 'compreender' melhor a política, a economia e a proliferação de ácaros.

No máximo, o artigo serve pra evidenciar como funciona uma boa parte do 'jornalismo' brasileiro: os dois 'autores' foram colhendo textos estrangeiros de várias fontes e com eles requentaram uma gororoba de miúdos mal traduzidos temperada com citações 'nacionais'. O corpo do artigo em si, à parte as citações, é tbm em sua maior parte (mal-)traduzido. Vejam esta frase: "Custa acreditar que só tenha feito duas cirurgias plásticas, como ele clama." ¡¿CLAMA?! ¿Como no inglês claim? HAHAHAHAHA

Q vergonha.

Sofre de hipoplausibilose até mesmo a seriedade de dar dó em mula com q foi redigido o artigo, com citações de sumidades da antropologia brasileira. ¡Tenha a santa! ¿Esse pessoal não tem senso de humor?

Um comentário:

Clarice disse...

Olá, vim pelo farol de Cam e gostei.Melhor ler Scientific American/Br. Alguns colunistas/convidados um pouco atrasados,por essas coisas que só agenda e editor explicam, mas dá de duzentos na Super. De qualquer maneira, melhor ler Super que Caras, não acha?
Como é isso de classificado para o prêmio Visa de música? Conte mais!:}

Postar um comentário

consulte o doutor