25 agosto 2003

Ditado sem vírgulas

Quem passar pela Marginal Tietê estes dias pode deparar-se com uma visão incôngrua: à beira do asfalto, ergue-se a 15 metros do chão, como um anúncio de liquidação, um cartaz enorme vermelho onde se lê:

A IRA DE DEUS
O MUNDO SE CALA
AOS DITADORES

desse jeito mesmo, sem pontuação e sem a menor explicação.

Mas ¿q raio de geringonça cerebral bolou essa frase, encomendou o cartaz, pagou e instalou e ainda espera estar transmitindo uma mensagem? ¿Será q eu é q sou um desespiritualizado amístico e aminimalista? Fiquei vários minutos rodando a frase daqui pra lá na cabeça, tentando entendê-la. Ao recomendar a frase pra tratamento com nosso esplêndido Dr Plausível, ele simplesmente a leu e disse, "Esse cartaz não é implausível, assim como não o são as formações aleatórias de nuvens no céu ou os desenhos q fazem no chão do bosque as suaves gotas de orvalho caindo a esmo aqui e acolá numa manhã qualquer de primavera."

¡Qta sabedoria! ¡Qta sapiência!

3 comentários:

Belly disse...

aviso aleatório e a esmo. playing god. omigod.

o fim está próximo, repaginado, reestruturado e remarketingado.

voluntex pastilhas disse...

Pois eu vi, indo para Barulhos, um terreno imenso, cercado, preparado para uma construção, e com um enorme cartaz em que se lia: "O povo de deus comprou".

Tam-tam disse...

o cartaz certamente foi escrito pelo Saramago !!!!!!!! (pergunta pro Dr. Plausivel quando é que tem apresentaçào plausível da banda plausível - fui no Tonton e adorei ! s

Postar um comentário

consulte o doutor